Núcleo histórico de Paracatu terá roteiro turístico interpretativo e autoguiado





Estimulando o turismo como fonte de desenvolvimento econômico, Paracatu dá um passo importante na estruturação e consolidação de uma oferta turística diferenciada e atrativa para moradores e visitantes. Será lançado no próximo dia 10 de dezembro, o projeto Trilhas do Patrimônio Histórico, um roteiro interpretativo e autoguiado do Núcleo Histórico da cidade.  O projeto, capitaneado pelo Sebrae Minas, em parceria com a Agência de Desenvolvimento Sustentável de Paracatu (Adesp) e com a Prefeitura Municipal, é um dos primeiros percursos autoguiados instalados em Minas Gerais.

O roteiro vai proporcionar uma experiência ao turista, no sentido de conhecer, interpretar e compreender o que significa o patrimônio histórico de Paracatu, por meio de placas, totens e QR codes, que serão instalados em praças, igrejas, casas e ruas do centro histórico. Com mais de três séculos de existência, Paracatu é a única cidade histórica do Noroeste de Minas Gerais e é considerada pelo Iphan, Patrimônio Histórico Nacional e Cultural Brasileiro.

“O objetivo da Trilha do Patrimônio é que as pessoas possam conhecer, valorizar e experienciar o núcleo histórico, criando um motivo para aumentar a permanência dos turistas na cidade e também incentivá-los a consumir os produtos e serviços locais disponíveis”, explica a consultora contratada pelo Sebrae, Luciana Thomé, responsável pelo estudo estratégico do turismo de Paracatu. Segundo ela, o projeto também visa provocar nos moradores locais um sentimento de pertencimento, se apropriando dos atrativos e da história da cidade.

Durante o evento será apresentado toda a comunicação visual das Trilhas do Patrimônio, com sua marca, aplicações, design dos totens, apresentação da proposta de um selo (identidade visual) e um banco de imagens do núcleo histórico como ferramenta fundamental de divulgação, promoção e valorização desse patrimônio.

De acordo com a analista do Sebrae Minas Patrícia Rezende, Paracatu tem um conjunto arquitetônico eclético tombado que favorece seu potencial para desenvolver-se como um destino turístico. “As Trilhas do Patrimônio vão contribuir para a materialização do conceito de cidade histórica, por meio da experiência de interação com o ambiente, facilitando o acesso das pessoas ao turismo histórico e cultural de Paracatu”.

Turismo em Paracatu
Desde 2013, o Sebrae Minas vem atuando no município elaborando estratégias para o desenvolvimento de ações de turismo e buscando o fortalecimento das atratividades e o crescimento das pequenas empresas, envolvendo-as no processo e contribuindo para fortalecer esse tecido empresarial. O Festival do Patrimônio Cultural de Paracatu e o Festival Quintais e Quitandas, que envolvem um grande trabalho de governança, são exemplos de ações voltadas para o fomento do turismo na cidade e que começam a dar resultados positivos.

De acordo com o secretário de cultura e turismo de Paracatu Isac Arruda, o projeto Trilhas do Patrimônio Histórico é uma iniciativa inovadora, arrojada e irá colocar a cidade em um patamar diferenciado não apenas entre as cidades mineiras. “A expectativa é que possamos alavancar o nosso turismo, nos tornando modelos para o Brasil, de uma cidade que caminha para o desenvolvimento de maneira sustentável”.

Para a presidente da Adesp Marília Lepesqueuer, o roteiro autoguiado possibilitará uma experiência diferenciada tanto para os moradores de Paracatu, quanto para os turistas. “É um projeto pioneiro, que vai facilitar e democratizar o turismo e agilizar a divulgação dos atrativos históricos da cidade de uma maneira muito mais fácil e prática. Acredito que será uma grande contribuição para o crescimento do turismo no município” destaca.

SERVIÇO:
Lançamento Trilhas do Patrimônio Histórico
Data: 10 de dezembro, |ás 19h
Local: Câmara Municipal (Praça JK, 449 – Centro)
Informações: (38) 3679-8300

Fonte: Assessoria de Comunicação





Comentários no Facebook