Gastronomia faz parte do Festival Cultural e Gastronômico de Paracatu 2015

Paracatu é conhecida pelas suas riquezas culturais, belezas naturais, história, tradição e boa gastronomia. E é com esse reconhecimento que bares e restaurantes da cidade estão participando do Festival Cultural e Gastronômico de Paracatu 2015. O Cores e Sabores tem como principal objetivo valorizar as raízes da cultura gastronômica mineira, e, por meio de processos artesanais, oferece aos amantes da boa culinária pratos e sobremesas típicas da cozinha mineira com ingredientes e especiarias regionais. Entre os dias 1 e 30 de junho, 11 restaurantes da cidade recebem o público com pratos deliciosos, que trazem à mesa receitas com carne seca, picanha, mandioca, peixes e frutos do mar, pimenta e massas, harmonizados com a deliciosa cachaça paracatuense. Confira os pratos especiais de cada restaurante no link:

https://www.facebook.com/pages/Festival-Cultural-De-Paracatu/721612024541091?fref=ts

Foto Eduardo Avelar

Eduardo Avelar – oficinas gastronômicas em Paracatu

Para deixar o festival ainda mais saboroso, o renomado Chef Eduardo Avelar esteve em Paracatu nos dias 18 a 21 de maio realizando oficinas de culinária para os restaurantes participantes. Da arquitetura, na UFMG, à gastronomia, na Le Cordon Bleu, o chef é conhecido como o Arquiteto das Panelas. Eduardo foi membro do Clube Gourmet de Minas Gerias entre 1992 e 1998, ano em que se mudou para Paris em busca de mais conhecimentos sobre gastronomia. Lá, formou-se chef em Cuisine et Pâtisserie de Base, no instituto Le Cordon Bleu – a mais tradicional e renomada escola de culinária do mundo –, e graduou-se em Cuisine et Pâtisserie Superior no Curso Escoffier, do Hotel Ritz. Depois de cozinhar em diversos países e trabalhar com grandes chefs franceses, Avelar voltou para o Brasil. Abriu e chefiou restaurantes em Minas Gerais (Belo Horizonte, Ouro Preto e Nova Lima) e no Rio Grande do Norte (Praia da Pipa e Ponta Negra). Ao conciliar as técnicas de cozinha internacional com os componentes da mesa brasileira, tornou-se um dos pioneiros do que se chamou de “a moderna cozinha brasileira”. Atualmente, Eduardo Avelar é uma das principais referências da culinária mineira contemporânea.

Cozinha Brasil

​De 23 a 25 de junho, o Cozinha Brasil, oferecerá cursos básicos de educação alimentar, focado na preparação de refeições nutritivas e econômicas. Apoiado pela Kinross, em parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Ação Social de Paracatu, o evento oferecerá 100 vagas para participação gratuita.

Sobre Paracatu

Paracatu é conhecida pelas suas riquezas culturais, belezas naturais, história, tradição e boa gastronomia. Os casarões e monumentos em estilo barroco, o centro histórico preservado, as manifestações artísticas como pintura, literatura, artes cênicas, e expressões culturais populares como Tapuiada, Congado e a Caretada reforçam o reconhecimento da cidade como Patrimônio Cultural Nacional. O centro histórico foi tombado em 2010, como patrimônio cultural brasileiro pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural. De acordo com Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a cidade mantém seu centro histórico praticamente intacto. Paracatu tem 216 anos e na década de 60 as duas igrejas principais da cidade, Matriz de Santo Antônio e a Igreja do Rosário, ambas construídas no século XVIII, em estilo barroco jesuítico, foram tombadas pelo patrimônio histórico. Os altares das igrejas foram restaurados em 2013 pelo Iphan. Outros pontos turísticos conhecidos de Paracatu são: Largo do Santana, Beco do Sobrado, Chafariz da Traiana, Museu Histórico de Paracatu, Casa de Cultura, Largo da Jaqueira, Largo do Rosário e o Largo do Pelourinho. Com sua tradição religiosa, possui festas centenárias como a Festa de São Benedito e a Festa de Santo Antônio (padroeiro de Paracatu) que ocorrem no mês de junho. Paracatu também é conhecida pela sua qualidade gastronômica. A produção de cachaça, queijo e quitandas artesanais são destaques na região. Todos os sábados, os produtores rurais se reúnem atrás da prefeitura para vender seus produtos caseiros.

Sobre o Festival Cultural de Paracatu

O Festival Cultural de Paracatu é um dos principais eventos da cidade e, atualmente, reúne atividades de gastronomia, artesanato, shows, palestras e oficinas de culinária, arte e música. Nascido de uma fusão entre o já conhecido Festival de Música de Paracatu com outros tipos de expressões culturais, o Festival Cultural visa ampliar os horizontes dos participantes por meio da oferta de cultura, arte, música, gastronomia e entretenimento. O Festival de Música de Paracatu está em sua 10ª edição e atrai compositores de todas as regiões do Brasil. Hoje o evento está consolidado e é reconhecido nacionalmente, mas pouca gente sabe que sua história começou bem antes dos últimos 10 anos. A primeira versão surgiu em 1972, inspirada no Festival de Música de Ouro Preto. Ao longo do tempo o evento foi se firmando e na década de 80 foi oficializado como Festival Regional da Canção Popular em Paracatu. A versão atual teve início em 2006 e desde então se tornou referência no estado e em todo o país. Em 2014 recebeu 164 inscrições de todo o Brasil e conquistou o certificado de aprovação na Lei Estadual de Incentivo à Cultura e na Lei Rouanet, possibilitando a captação de novos parceiros e recursos para o projeto. Saiba mais em:

https://www.facebook.com/pages/Festival-Cultural-De-Paracatu/721612024541091?fref=ts

Ou entre em contato com a ADESP pelo telefone: 38-3671-6888

Comentários no Facebook