A violência voltou!

violencia16042015Após alguns meses de calmaria, a violência voltou à assustar os moradores de Paracatu-MG. Alguns episódios recentes como o da morte cruel do servidor público no pátio da secretaria municipal de transportes e a do professor que acabou falecendo dias após um incêndio supostamente criminoso, demonstram o nível de violência acentuado pelo qual nosso município tem passado. Muitos são os jovens que estão perdendo a vida e colocando a de outros em risco, semanalmente chegam os dados, que no final de semana são multiplicados. Os paracatuenses com medo da onda de violência desenfreada, já estão começando a trocar o lazer e a diversão em locais públicos, por programas mais familiares e caseiros. Na noite do Domingo passado mesmo, foi uma correria total na Avenida Olegário Maciel, ao ouvir alguns tiros, quem estava nas proximidades, saiu correndo, muitos até mesmo correram sem ao menos saber do que se tratava. Chegamos nesta situação, quando enxergamos um grupo de pessoas correndo, corremos também desesperadamente em busca de um lugar seguro para escondermos. O poder público não tem respondido as investidas da violência na cidade, com isso, a violência está correndo solta e colocando a vida dos cidadãos em risco. De acordo com dados do Mapa da Violência, retirados do Sistema de Informações de Mortalidade do Ministério da Saúde divulgados em 2014, Paracatu-MG ocupava a posição de número 307 entre as 500 cidades mais perigosas do Brasil. Para efeito de comparação, Belo Horizonte ocupava a posição de número 444, Brasília a de 478 e Unaí a de 495. Quando vemos que o nosso município foi considerado mais perigoso do que o da capital do Estado, e até mesmo mais perigoso do que a capital do Brasil, percebemos que a situação está crítica no que diz respeito à segurança pública. É preciso fazer urgentemente um diagnóstico atual da segurança pública, encontrar falhas, problemas e fragilidades do sistema para que ele possa ser consertado e venha garantir a paz e a tranquilidade que eram marcas registradas do nosso município no passado.

Vitor Soares – Professor da rede pública  estadual e municipal de ensino de Paracatu, graduado em Geografia e Pedagogia, pós-graduado em Gestão Ambiental e Docência do Ensino Superior e pós-graduando em Gestão Escolar: Supervisão, Inspeção e Orientação.

Comentários no Facebook