Paracatuense Cilma de Azevedo é uma das vítimas de acidente em Cristalina

 

Cilma de Azevedo – Correio Brasiliense

Uma das vítimas do grave acidente que aconteceu na tarde deste sábado (22) no km 73 da BR-040 é a pacifista Cilma Paula de Azevedo, 39 anos de Paracatu. Ela seguia para Paracatu, onde se reuniria aos familiares para a celebração de uma missa em memória da sua mãe, morta quatro anos atrás.

Cilma, que faria aniversário no próximo dia 24, era dedicada às causa sociais, integrava a Rede Desarma Brasil e estava envolvida no desenvolvimento de projetos de desarmamento para as Copas das Confederações, no próximo ano, e do Mundo, em 2014. Além disso, era consultora da Associação de Mulheres Empresárias (AME).

A pacifista ficou conhecida em Brasília após escolher o Hemocentro como cenário para se casar, em julho de 2010. Cilma havia sobrevivido a outro acidente de carro. Segundo ela, isso se deveu às transfusões de sangue que necessitou durante o período em que esteve doente. O corpo de Cilma será enterrado em Paracatu, mas ainda não data e horários confirmados.

O acidente

Duas pessoas morreram em um grave acidente no Km 73 da BR-040 por volta das 15h deste sábado (22). Cilma conduzia um Celta branco e, na ultrapassagem, colidiu de frente com outro carro. Segundo informações dadas pela Polícia Rodoviária Federal ela teve o corpo carbonizado. A outra vítima teve uma parada cardíaca ainda no local e não resistiu. Segundo informações do Corpo de Bombeiros de Cristalina, outras três pessoas que se envolveram no acidente foram levadas em estado grave para o Hospital de Base. Um deles de helicóptero e outros dois de ambulância. Eles chegaram inconscientes e com traumatismo craniano encefálico.

O acidente teria acontecido após o Celta e um Fiat Uno colidirem de frente. O Celta, que estava indo em direção a Cristalina, tentou fazer uma ultrapassagem na via de mão dupla e colidiu com o Uno, que levava quatro passageiros e vinha em direção a Brasília.

 

Foto: Correio Brasiliense

 

No momento da colisão, o Palio que vinha atrás do Uno e um ônibus não conseguiram frear e também se envolveram no acidente. Os passageiros do ônibus não se machucaram e as duas pessoas do Palio tiveram ferimentos leves.

Os bombeiros do Distrito Federal enviaram um helicóptero para o local. A Polícia Rodoviária Federal também se deslocou para lá. Três viaturas de socorro foram para o local prestar os primeiros atendimentos.

As informações são do Jornal Correio Brasiliense.

Foto: Correio Brasiliense

Comentários no Facebook